31/03/2021

Doença de Chagas ainda atinge milhões de pessoas

Quando se fala em Doença de Chagas, a primeira imagem que vem à mente da grande maioria das pessoas é de um mal que atingiu muito brasileiros no início do século passado, mas que agora é restrito a poucos casos, nos rincões do país.
O Dia Mundial da Doença de Chagas é lembrado neste 14 de abril para, entre outros objetivos, derrubar esta crença e lembrar que existem, no planeta, ao menos 12 milhões de pessoas infectadas pelo protozoário Trypanosoma cruzi, das quais pelo menos 1 milhão de brasileiros.

Diagnóstico

Além da crença de que ela é mal já quase erradicado, o outro grave problema é que a maior parte das pessoas infectadas não sabe disso, já que nunca foram diagnosticadas.
Esta realidade é tão preocupante que, após 111 anos desde o primeiro diagnóstico humano da doença de Chagas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) estabeleceu oficialmente o dia 14 de abril como dia mundial para lembrar os desafios enfrentados por aqueles atingidos por essa doença negligenciada.
Segundo a OMS, acontecem mais de 12 mil mortes por ano e mais de 75 milhões de pessoas correm risco de contrair a infecção por meio do inseto vetor, de forma congênita ou oral, bem como por transfusão de sangue e doação de órgãos. A doença é endêmica no Brasil e no resto das Américas.

O que é a doença de Chagas?

Também chamada de tripanossomíase americana, ela apresenta uma evolução clínica lenta e, frequentemente, sem sintomas, afetando as camadas da população em maior vulnerabilidade social.
A transmissão ocorre nas seguintes condições

  • Contato com fezes de parasitos infectados, após picada pelo inseto barbeiro;
  • Ingestão de alimentos contaminados com parasitos;
  • Transmissão de parasitos de mulheres infectadas para seus bebês, durante a gravidez ou o parto;
  • Transfusão de sangue ou transplante de órgãos de doadores infectados a receptores sadios;
  • Acidentalmente, pelo contato da pele ferida ou de mucosas, com material contaminado.

Quais são os principais sintomas da doença de Chagas?

  • Febre prolongada (mais de 7 dias);
  • Dor de cabeça;
  • Fraqueza intensa;
  • Inchaço no rosto e pernas;

Na fase crônica, a maioria dos casos não apresenta sintomas, porém algumas pessoas podem apresentar:

  • Problemas cardíacos, como insuficiência cardíaca
  • Problemas digestivos, como megacolon e megaesôfago

Qual o tratamento da doença de Chagas?

Deve ser indicado e acompanhado por um médico, após a confirmação da doença. Os medicamentos são disponibilizados pelo Sistema Único de Saúde, gratuitamente.

Como se prevenir da doença de Chagas?

A prevenção está intimamente relacionada ao modo de transmissão.
Uma das formas de controle é evitar que o inseto “barbeiro” forme colônias dentro das residências, por meio da aplicação de inseticidas residuais, feita por equipe técnica habilitada.
Em áreas onde os insetos possam entrar nas casas voando pelas aberturas ou frestas, podem-se usar mosquiteiros ou telas metálicas.
Recomenda-se usar medidas de proteção individual (repelentes, roupas de mangas longas etc.) durante a realização de atividades noturnas em áreas de mata.
Para prevenir a transmissão oral, devem ser intensificadas as ações de vigilância sanitária e inspeção, em todas as etapas da cadeia de produção de alimentos suscetíveis à contaminação, com especial atenção ao local de manipulação de alimentos, devendo ser realizadas ações de capacitação para manipuladores de alimentos e de profissionais de informação, educação e comunicação.

* Mantenha a saúde em dia e procure um atendimento médico caso sintomas de doenças persistirem.

Fontes: Organização Médicos Sem Fronteiras, Fundação Oswaldo Cruz, Ministério da Saúde, site Saúde de A a Z e Organização Mundial da Saúde.

Compartilhe no Facebook Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Twitter
Newsletter
Newsletter

Assine nossa newsletter

Assine a nossa newsletter para promoções especiais e atualizações interessantes.


    Política de privacidade